Você sabe que  as funções da Universidade são  ensino, a pesquisa e a extensão? 

 O desafio do NUEPE está na superação de um conceito que apenas coloca lado a lado as atividades universitárias para afirmar a possibilidade real da unicidade entre ensino e pesquisa e extensão como princípio pedagógico. Assim, promove a articulação entre as atividades-fim da Universidade, para garantir um ensino crítico, reflexivo e criativo, levando à construção do perfil profissional e cidadão almejado.

A Constituição Federal, nos termos do artigo 207, consagra, juntamente com o princípio da autonomia universitária, a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. Mas, como consolidar este princípio constitucional?

O desafio está na superação de um conceito que apenas coloca lado a lado as atividades universitárias para afirmar a possibilidade real da unicidade entre ensino e pesquisa e extensão como princípio pedagógico. A necessidade desta articulação já é destacada pelas Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação, que preconiza: assegurar articulação entre as atividades-fim da Universidade, para garantir um ensino crítico, reflexivo e criativo, levando à construção do perfil profissional e cidadão almejado.

Esta é a proposta do NUEPE, Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão do Departamento de Biologia Celular da UFPR. Nasceu da inquietude de um grupo de professores do Departamento das disciplinas de Biologia Celular (Citologia) e Biologia Tecidual (Histologia) que, refletindo sobre a função social da universidade e a necessidade de formar professores de Biologia capazes de criar ambientes de aprendizagem efetivos, resolveu somar esforços e constituir o presente núcleo.

O NUEPE estimula a realização de experimentos e/ou de projetos de pesquisa; a produção e avaliação de materiais didáticos e a socialização o conhecimento produzido. Sua concepção educativa compreende uma mudança de postura dos docentes, assumindo a prática do ensino com pesquisa/extensão como princípio educativo.